-->

Depoimentos de alunos





As aulas de pandeiro e tambor, além de muito divertidas, têm me ajudado a melhorar o ritmo na hora de tocar violão e de cantar. Além disso, estou conhecendo ritmos e músicas da nossa cultura que eu nem imaginava que existissem. É muito interessante, divertido e, confesso que é também terapêutico. As batidas no tambor e o som gostoso do pandeiro exorcizam muita coisa.
É uma energia muito boa!


Carla Coscarelli – professora UFMG - Oficina de Música Celinha Braga cvcosc@yahoo.com.br

  --------------------------------------------------------------------------------------

A aposentadoria vem acompanhada do aumento da liberdade em relação a diversas exigências que todos enfrentamos na luta pela sobrevivência. Fala-se que a felicidade dos seres está na proporção de sua liberdade e do auto-conhecimento.
Quanto mais livres e inteiros, mais felizes. Além da liberdade, o ser humano também precisa da arte e da beleza para ser pleno. Precisa alçar vôos, nutrir-se de idéias e sentimentos, interrelacionar-se com os outros e com o cosmos, participando e criando, mostrando suas cores particulares.
Foi assim que, já aposentada, livre de horários e obrigações, me chamaram pra fazer aulas de pandeiro com a Danuza na ASAS. Fui bastante ressabiada, achando que seria cobrada além do que daria conta... Mas tive a alegria de experimentar, com mais de cinquenta anos, o aprendizado de um instrumento musical rico, cantar e tocar em grupo, possibilidades raras para quem já está mais velho... Inclusive, apresentar-se em espetáculos, participando de um grupo heterogêneo de percussão, quando podemos tocar com os demais alunos da Danuza, gente de vinte a oitenta anos!
O respeito da Danuza com todos é admirável, de sorte que nos sentimos à vontade e confiantes, o que é fundamental no aprendizado.
Faço um paralelo: como um bando de meninos com um prato de doces!
A animação, o entrosamento e a alegria são tantos que acabamos saindo de lá mais confiantes, e, com certeza, mais jovens do que entramos!
Danuza, vc é especial: um beijo no seu coração! florapguerra@gmail.com

Rita - turma da ASAS  


--------------------------------------------------------------------------------------
Faço aula há 2 anos e meio e nunca havia tocado antes.
Quis aprender pra melhorar o ritmo. Danuza tem um jeito leve de ensinar, incentiva a todos e quando a gente percebe já está tocando. Me sinto motivada e além de aprender a tocar me divirto, faço novas amizades. È muito gratificante, me mostra que é possível que tenho muitas possibilidades. Levo o pandeiro
sempre comigo é fácil de transportar e faz muito sucesso.

Ambrosina, 56 anos mãe e avó – 8681 0962 - Turma da ASAS ambrosinamiranda@yahoo.com.br 

  --------------------------------------------------------------------------------------

Entrei para aula de pandeiro como quem não queria muita coisa séria. Pensava que pandeiro era só samba e isto não fazia sentido
ao estilo de um caipira, rsrsrsrs. E não é que ultimamente estou encarando pra valer! Tô ensaiando em casa, quase todo o dia.
Olha que já estou até tocando, cantando e ensaiando alguns passos de samba , bolero, baião ...... nossa, que legal .... aff.... Tudo isso é sinal que já estou gostando, tudo na vida é vontade, dedicação, responsabilidade, olha que quem sabe, posso ir longe na PERCUSSÃO, DEUS está guiando o nosso caminho.
Valeu Danuza. Obrigado.

José Pires, turma da ASAS
pirescarneiro@hotmail.com

--------------------------------------------------------------------------------------

Toco piano e teclado, mas estava procurando algo para bater.
Arranjei tempo, tomei coragem e fui - estou adorando, fizemos um show massa - a cada dia uma novidade - espero continuar me abrindo para a vida, conviver e aprender a ser mais feliz, pois as vezes a culpa ainda me pega e muitos problemas que se Deus quiser serão resolvidos, com alegria , mais depressa ainda...beijo.

Virginia – turma ASAS
virnangeli@hotmail.com

--------------------------------------------------------------------------------------


O curso de percussão veio acrescentar aos outros cursos existentes, um clima diferenciado de alegria, descontração e desafio.
A nossa cultura e sociedade a atividade musical não é comum para terceira idade. Mas é preciso ter ousadia, criatividade e coragem para buscar coisas diferentes.

As aulas são movidas com muita energia e interesse, conseqüência da motivação exercida pela simpatia, paciência, leveza e competência da professora Danuza. A prática do pandeiro nos ensina a ouvir, usar de muita concentração e atenção para assimilar os diversos ritmos com suas diferentes pulsações. Repetimos os toques até automatiza-los.
No grupo quem gosta de cantar tem seu espaço. Cantamos com o conhecimento e a confiança que não somos cantores, mas podemos e devemos usufruir de todos os momentos bons que nos são oferecidos e também descobrir um potencial adormecido pela a vida a fora. Nossa alegria tocando, podemos dividi-la em reuniões sociais, com amigos, familiares, viagens ( brincando é claro) ou ensinando netos, filhos.... e assim vamos tocando em frente.

Mariza – turma Asas

--------------------------------------------------------------------------------------

Amo musica, desde pequena. Sempre foi meu sonho aprender a tocar pandeiro. Qdo decidi tocar, em maio 2011, entrei primeiramente na internet e só via o nome "Danuza Menezes"..Anotei o telefone no site do pandeiro mineiro e levei uns 3 dias pra ligar pq a 1ª impressão que eu tive foi que ela era FAMOSA demais..rs.

Vi que tinha tocado com Milton Nascimento e outros tantos músicos incriveis... Criei coragem e liguei.. Tive uma empatia com ela de cara. Em apenas 3 aulas, ela me ensinou a tocar samba, baião, partido alto...incrivel!. Me impressionou a musicalidade, a criatividade e o talento musical de Danuza Menezes.

A impressão que eu tenho é que o pandeiro foi criado pra ela (Danuza Menezes). Incrível o domínio q ela tem sobre o pandeiro... demais! O método dela é leve, paciente, vibrante e prático. Sem contar a simplicidade que encanta e a simpatia que contagia. Coleciono alegrias e hoje posso dizer que tenho mais uma .. o prazer de aprender pandeiro com Danuza Menezes . Adoro! Obrigada teacher!

Ana Tereza Correa, advogada, 45 anosanatereza.correa@gmail.com

--------------------------------------------------------------------------------------